DIARIO DA ILHA: MADEIRO (PI): Desavença levou prefeito a morte.

.

.

terça-feira, 30 de novembro de 2021

MADEIRO (PI): Desavença levou prefeito a morte.

 POR LIMA K LIMA:

Prefeito foi assassinado por briga política e exonerações de parentes afirma delegado.
Segundo a Polícia Civil, o principal suspeito do crime é primo de segundo grau da vítima, identificado como Felipe Seixas, que encontra-se foragido. O assassinato do prefeito de Madeiro, José de Ribamar Araújo Filho, mais conhecido como Zé Filho (Progressistas), foi motivado por brigas políticas e exonerações, segundo o delegado Marcelo Leal, gerente de policiamento do interior. 
O principal suspeito do crime é primo de segundo grau da vítima, identificado como Felipe Seixas, que encontra-se foragido. Ao g1, o delegado Marcelo Leal contou que Felipe Seixas e o seu pai foram exonerados recentemente de cargos na Prefeitura de Madeiro. A partir daí, iniciou uma rixa política entre eles.Zé Filho foi assassinado no fim da tarde de domingo (28) quando estava em assistindo um campeonato de futebol no município, a 181 km de Teresina. De acordo com as investigações, Felipe Seixas tem um bar próximo ao local e aproveitou o evento para cometer o crime. "Testemunhas oculares afirmaram ter visto o prefeito indo em direção ao carro, quando foi abordado pelo suspeito. O prefeito foi atingido com um tiro na têmpora esquerda, depois de caído, recebeu mais dois disparos. 
A motivação do crime foi a insatisfação política e as exonerações do pai do Felipe do cargo no setor de transportes, e do próprio autor do crime da prefeitura", disse. O delegado Bruno Ursulino, do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), está responsável pelas investigações. Policiais continuam em diligência na tentativa de prender o suspeito do crime.
Com as devidas informações via notanewsfm.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário