DIARIO DA ILHA: Pesquisas não manipulam mais a cabeça do eleitor. POR LIMA K LIMA

.

.

sábado, 6 de outubro de 2018

Pesquisas não manipulam mais a cabeça do eleitor. POR LIMA K LIMA

Pesquisa Ibope nunca acertou no Maranhão.

As pesquisas no Brasil estão perto de saírem desmoralizadas pelas urnas. O voto do cidadão não é massa de manobra ou um carro que você guia para onde bem deseja. Teremos muitas surpresas, inclusive no Maranhão. Se dependesse das pesquisas feitas neste momento em todo o país, o candidato que vem ganhando chegaria apenas ao segundo por não ter mais como segurá-lo. Ou melhor: não tem mais como esconder a vontade do eleitor brasileiro. A cada dia que passa, os institutos ficam apavorados e são obrigados a se enquadrar ao desejo de quem vai votar. Pelas curvas crescentes de Jair Bolsonaro é provável até que seja eleito no primeiro turno. Hipótese que não se descarta. Aqui no Maranhão, o governador Flávio Dino, através de sua Secap, contratou quatro institutos. Todos eles obrigados a empunhar a bandeira da vitória no primeiro turno. Pelos valores dos contratos, não recuarão jamais, nem que tenham que sair com a imagem arranhada. Mas aí os leitores podem perguntar: O Ibope não é da família de Roseana? Não, assim como nunca acertou nenhuma eleição no Maranhão. O Ibope, pelos números de erros, sem ter nenhum acerto, não era mais para pesquisar nada no Maranhão. Só para ficar nos exemplos de três eleições em nosso estado. Em 2006, o Ibope deu a vitória para Roseana Sarney no primeiro turno em pesquisa realizada na boca das urnas no dia da eleição. Apurados os votos, Roseana não levou no primeiro momento e foi para a segunda eleição contra Jackson Lago. Na eleição entre os dois, lá estava novamente o Ibope dando a vitória para Roseana. Abriram-se as urnas e Jackson Lago venceu. Na eleição de 2014, o mesmo Ibope levou Edinho Lobão para o segundo turno. Flávio Dino faturou logo no primeiro. E mais uma vez o Ibope saiu com a cara na merda. Mais recente, o Ibope e mais os outros institutos nacionais não davam o nome do candidato João Dória à Prefeitura de São Paulo entre os dois primeiros colocados. Ele só aparecia em terceiro lugar. Urnas abertas, pela primeira vez alguém ganhou no primeiro turno na maior capital do Brasil. Sim, ele, o Dória. Da mesma forma aconteceu em Belo Horizonte, onde o terceiro colocado ganhou no primeiro turno. Bem aqui em Imperatriz, o terceiro colocado ganhou em primeiro lugar. Os institutos maranhenses saíram como mentirosos. O Ibope se justifica apontando os institutos contratados pelo governo que dão a vitória para Flávio Dino no primeiro turno. Ué, o Ibope também fez contrato com o governo, além do acerto com a TV Mirante? Não acredito em pesquisas. Sempre esperei o resultado das urnas, que falam a verdade e não manipulam o voto do cidadão. Deixem que nós possamos escolher nossos destinos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário