DIARIO DA ILHA: Pistoleiro que matou várias pessoas é lixado pela população.

.

.

terça-feira, 3 de julho de 2018

Pistoleiro que matou várias pessoas é lixado pela população.

Homem que matou quatro pessoas em São João do Sóter (MA) foi o pistoleiro que assassinou irmão de prefeita.
Conhecido como Marlon (foto acima), o homem que matou em São João do Sóter o secretário de Cultura, um vereador, um assessor na mesma madrugada do dia 30 de junho, em São João do Sóter, e assassinou na noite seguinte o jovem Tárcio Rocha, filho do ex-prefeito Clodomir Rocha, foi identificado pela policia como o pistoleiro que executou o empresário Antonio Alves de Morais, conhecido por Dejá, que foi amigo de infância do pré-candidato a deputado federal Márcio Jerry. Marlon era tido como pistoleiro de alta periculosidade, tendo assassinado várias pessoas em São João do Sóter, mas nunca ia preso. Uma semana antes de promover a morte de quatro pessoas na sua cidade, ele foi contratado junto com outro pistoleiro para assassinar o Dejá e cumpriu sua missão. O empresário era irmão da prefeita de Jatobá. No dia 30 passado, Marlon exibia mais de R$ 2 mil em espécie na última noite do festejo junino de São João do Sóter. Durante discussão com um grupo, Marlon atirou pra cima. O secretário de Cultura, Cícero Rocha tentou tomar a arma e foi alvejado, assim como o vereador Antonio da Conceição Aguiar, que foram a óbito no local. O assessor conhecido como Júnior do Nasa teve o mesmo fim. Na noite seguinte, Marlon estava foragido, mas foi visto pelo jovem Tárcio Rocha, sobrinho do vereador assassinado e filho do ex-prefeito Clodomir Rocha, que foi morto com um tiro na testa. Amigos de Tárcio entraram no matagal e lincharam o assassino até a morte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário