DIARIO DA ILHA: Hoje é comemorado o Dia do Detento.

.

.

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Hoje é comemorado o Dia do Detento.

Descubra porque os presos usam uniforme laranja.
O Dia das vítimas não existe, não adianta procurar. No dia 24 de maio comemora-se o Dia Nacional do Detento, data que a sociedade ainda observa com muita discriminação porque os homenageados entraram no mundo do crime e são olhados com desconfiança, mesmo depois de terem cumprido pena. O resultado é que mesmo após serem libertos não conseguem mais serem reconhecidos com dignidade.
LARANJA A COR DO PRESIDIÁRIO = A cor laranja dos uniformes dos detentos não é muito discreta. Descubra a seguir o motivo: O modelo de uniforme penitenciário branco com listras horizontais é considerado o primeiro do mundo, foi bastante usado no período da Idade Média, porém no século 19 ele caiu em desuso, começando a surgirem modelos com cores mais fortes. É bastante comum em séries e filmes a aparição de presidiários com uniformes laranjas. Caso o presidiário fuja o modelo de uniforme com cores mais fortes servem para impedir que eles se camuflem em locais como estruturas de concretos, prédios ou florestas. Outro motivo seria que supostamente a cor laranja estimula os detentos durante a realização de suas tarefas diárias, já que pesquisa sugerem que o laranja traz uma sensação revigorante nas pessoas, outra causa para a cor ser bastante usada em anúncios energéticos e embalagens de alimentos. Porém, o uniforme laranja não é sempre utilizado no sistema prisional dos Estados Unidos, os presos no estado do Arizona usam uniformes brancos com listas pretas enquanto em Nova Orleans o uniforme dos presidiários são branco com listras verde-oliva. O sistema penitenciário brasileiro não é adepto a cores fortes. Em São Paulo por exemplo, os presos usam calças beges e camisetas brancas, em 2014 tentaram trocar o bege pelo amarelo, porém a cor não agradou a opinião pública. No entanto no Mato Grosso do Sul a cor alaranjada é usada nos uniformes dos presos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário