DIARIO DA ILHA: NOVEMBRO AZUL: Câncer de próstata pode ter cura.

.

.

sábado, 7 de novembro de 2015

NOVEMBRO AZUL: Câncer de próstata pode ter cura.

Câncer de próstata tem 90% de chance de cura se detectado cedo
O mês de novembro, é mundialmente lembrado como o mês de prevenção ao câncer próstata, por conta da campanha Novembro Azul,o mês foi escolhido porque o dia 17 é o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata. O câncer de próstata é o sexto tipo mais comum no mundo e o de maior incidência nos homens, o Novembro Azul serve de alerta par os homens, sobre a importância da realização anual do exame de toque retal, indicado para homens com idade a partir de 45 anos e que, além de prevenir a doença, apontando eventuais alterações, quando diagnosticado e tratado no início, tem os riscos de mortalidade reduzidos. Cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem em homens com mais de 65 anos, O Ministério da Saúde tem investido, através de suas ações de saúde no aprimoramento de técnicas cirúrgicas, a exemplo das cirurgias minimamente invasivas, implantadas há alguns anos na instituição, e que tem surtido resultados positivos, com a recuperação mais rápida dos pacientes e menos risco de danos e sequelas, a exemplo da impotência sexual. Nos nove primeiros meses deste ano, foram realizadas no âmbito nacional mais de 1.139, 987 cirurgias urológicas – procedimentos convencionais e minimamente invasivos -, voltadas ao tratamento dos cânceres de próstata, rins, entre outros. Os pacientes que dão entrada no hospital em busca de tratamento são de várias partes do brasil e de quase todos os estados da federação e até países vizinhos, o que eleva o número de atendimentos significativamente. Apesar de tanta informação disponível, alguns homens são resistentes a procurar ajuda médica.

Como o câncer acontece? – A próstata é uma glândula localizada abaixo da bexiga e à frente do reto, responsável por produzir parte do sêmen. No caso deste órgão, explica Figliuolo, o câncer ocorre quando há o crescimento de massa tumoral nesta área, que pode levar até 15 anos para chegar a 1 centímetro. Ele destaca que o desenvolvimento da doença é lento e, na maioria dos casos, ocorre em homens com mais de 65 anos. “Ao longo da vida, 1 em cada 6 homens desenvolverá a doença”, afirma. Grande parte dos homens ainda apresenta resistência ao exame de toque, mas se não for realizado no tempo certo, pode levar a um diagnóstico tardio e, consequentemente, à evolução de um tumor mais invasivo, que reduz não só as chances de cura, mas também eleva os riscos de sequelas como a impotência sexual. Quanto maior o tumor, mais complexa é a cirurgia. Mas na fase precoce, o procedimento cirúrgico é menos agressivo, e o nervo responsável pela função erétil, acaba sendo preservado, sem prejuízos ao paciente, o tratamento também pode ser associado, utilizando, por exemplo, a radioterapia. A adoção de hábitos saudáveis, que evitam vários tipos de doença, como as cardiovasculares, também se aplicam a prevenção do câncer. Entre eles, estão a redução do consumo de carne vermelha, a manutenção de uma alimentação rica em licopeno (presente, por exemplo, no extrato de tomate) e a prática de exercícios físicos com frequência. O consumo de cigarro e bebidas alcoólicas em excesso são alguns dos vilões que devem ser evitados e que contribuem, não só para o aparecimento do câncer de próstata, mas de outras neoplasias malignas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário