DIARIO DA ILHA: Os erros de Flávio Dino

.

.

segunda-feira, 30 de março de 2015

Os erros de Flávio Dino

Bomba! Simplício Araújo contrata empresa que Flávio Dino representou no TSE durante as eleições 
Flávio Dino e Simplício Araújo
Nada mudou no Governo Flavio Dino. As velhas práticas e as mesmas empresas continuam faturando no Estado. Entra e sai governo e a bandalheira parece prevalecer. Para se ter ideia, até a empresa do sócio de Jorge Murad, marido da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), permaneceu com seu ‘privilégio’ no governo. O empresário Luiz Carlos Cantanhede Fernandes, sócio de Murad na Pousada dos Lençóis Empreendimentos Turísticos e dono da Atlântica Segurança Técnica, fechou um contrato com a Secretaria de Estado da Indústria e Comércio (Seinc).
Com dispensa de licitação, em caráter emergencial, o secretário Simplício Araújo contratou a empresa Atlântica para prestação dos serviços de vigilância ostensiva armada, para garantir a integridade física dos Distritos Industriais de Caxias e Timon. O valor do contrato foi de R$ 167.518,56 para prestar apenas 90 dias de serviço, sendo R$ 55.839,52 por mês. O mais interessante é que a empresa contratada pelo atual governo, foi duramente criticada por Flávio Dino e pela cúpula do PCdoB, durante as eleições de 2014.

O PCdoB do Maranhão chegou ingressar com representação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para cancelar a contratação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com a Atlântica, que acabou ganhando o direito de realizar o transporte e armazenamento das urnas eletrônicas no dia da eleição. Na época, comunistas e aliados do governo lançaram suspeitas sobre a Justiça Eleitoral maranhense por haver contratado uma empresa em que o dono possui vínculos com o Grupo Sarney.

Agora, os aliados do governador Flávio Dino parecem ter esquecido as desavenças com o empresário Luiz Carlos Cantanhede.


Patrocínio

Nenhum comentário:

Postar um comentário