DIARIO DA ILHA: Ofendendo Maranhense

.

.

sexta-feira, 20 de março de 2015

Ofendendo Maranhense

JOVEM GAÚCHA PUBLICA NO FACEBOOK OFENSAS AOS MARANHENSES E GERA POLÊMICA NA REDE
Ministério Público do Maranhão vai apurar declarações de uma garota, identificada como Isabela Cardoso, que usou o Facebook para ofender o Estado e os moradores. A publicação foi feita no dia 1º e ganhou repercussão nas redes sociais.

"Finalmente em casa, depois de 1 ano e 7 meses na Suzano de Imperatriz eu e meu esposo retornamos a nossa cidade. Estado pobre, kkkkkkkkkk. A cultura maranhense é horrível. O carnaval é um lixo. Tal de bumba meu boi, tambor de crioula. A maioria das Mulheres são piriguetes e os Homens malandros. Mais da metade das pessoas são semi-analfabetas", escreveu a garota, de 24 anos, moradora de Gramado (RS).

Este comentário da gaucha teve repercussão em diversos sites e blogs. Tanto o bumba meu boi como o tambor de crioula são patrimônios culturais imateriais do Brasil, título concedido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

O promotor Joaquim Ribeiro Junior falou sobre as declarações da jovem. A Constituição Federal repudia discriminação de qualquer natureza. O que torna o povo brasileiro especial é justamente sua diversidade. O Ministério Público do Maranhão adotará posições firmes com o objetivo de coibir práticas dessa natureza.

A lei 7.716/89, que trata sobre preconceito de raça e cor, pune quem "praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, religião ou procedência nacional".

O art. 20 da Lei 7.716/89, de 5 de janeiro de 1989, que define os crimes resultantes de preconceito de raça ou de cor, estabelece como crime “praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, religião ou procedência”. Os promotores destacam ainda que, se qualquer dos crimes previstos é cometido por intermédio dos meios de comunicação social ou publicação de qualquer natureza, os condenados estão sujeitos à pena de reclusão de dois a cinco anos e ao pagamento de multa.

Perfil do FACE  fora do ar

O perfil no facebook de Isabela Cardoso em uma rede social foi retirado da página logo depois que a informação sobre um pedido de investigação criminal por parte do Ministério Público do Maranhão por discriminação foi divulgado. No perfil, Isabela se apresenta como nascida em Porto Alegre, mas moradora da cidade de Gramado, na Serra gaúcha. O link com as agressões textuais também foi removido.


Patrocínio

Nenhum comentário:

Postar um comentário